Acessibilidade
A+ A-
CENTRAL DE ATENDIMENTO

(71) 3103-1001

8:30h às 12:30h.

últimas Notícias

Fique por dentro das notícias da Desenbahia

  • 06/12/2019 - 09:26

    PROTAXI: Desenbahia lança campanha para renegociação de crédito

    Gostei Não Gostei

A Desenbahia realiza campanha promocional de negociação de créditos em atraso – até dia 27 de dezembro - para os profissionais proprietários de Táxi. A campanha oferecerá descontos e condições especiais de abatimento na liquidação e renegociação de contratos. As regras de renegociação e demais informações podem ser obtidas pela telefone (71) 3103-1003 ou pelo e-mail coorreiocobranca@desenbahia.ba.gov.br . “Essa campanha será uma grande oportunidade de final de ano para os taxistas e permitirá que Cooperativas tenham mais crédito disponível para novas contratações”, explicou Cristiana Freitas, da Unidade de Recuperação Extrajudicial.

 

A renegociação visa regularizar a situação de contratos em atraso através da repactuação de prazos e taxas, mediante o pagamento de uma parcela de sinal e reescalonamento das demais parcelas, buscando adequá-las à atual capacidade de pagamento do cliente.

 

O QUE FAZER?

1) Enviar e-mail para correiocobrança@desenbahia.ba.gov.br   ou entrar em contato com 71 3103-1003 (Central de Cobrança), solicitando a renegociação, devem ser informados os motivos que levaram a inadimplência, as condições de pagamento desejadas, CPF, telefone celular e e-mail para contato.

 

Após recebimento da solicitação, uma teleatendente entrará em contato para esclarecer as possibilidades de repactuação da dívida e os procedimentos necessários para efetivá-la.

 

ESCLARECIMENTOS

- O valor do sinal de renegociação durante a Campanha será de apenas 01 parcela;

- O prazo negociado depende do tempo de uso do veículo e do número de vezes que o contrato foi renegociado. 

- Condutores deverão apresentar uma procuração do mutuário (“dono” do contrato) para efetuar a renegociação.

- Caso o contrato já tenha sido encaminhado para protesto e cobrança judicial será analisada a possibilidade de renegociação e serão cobradas: as taxas cartoriais, da carta de constituição em mora, as custas judiciais;

- Excepcionalmente, durante a Campanha os honorários advocatícios estarão isentos de cobrança.




Gostei Não Gostei

Comente esta notícia